Soja: estimativa de super safra nos EUA mexe com preços do produto nacional


A previsão de uma safra recorde de soja nos Estados Unidos está deixando produtores rurais em alerta no Brasil. Isso porque a grande oferta do grão no mercado mundial fatalmente irá impactar negativamente nos preços praticados por aqui.

A estimativa da Pro Farmer (Associação de Produtores dos USA) é de que a produção nesta safra chegue a 117,8 milhões de toneladas, com produtividade média de 54,3 sacas por hectare. Confirmados os números, será a maior produção de soja da história do país.

Para o especialista e analista de mercado, Luiz Gutierrez - em entrevista para o site do Projeto Soja Brasil -, apesar das dificuldades de se antecipar cenários concretos, a tendência é de preços em queda, sobretudo quando a colheita tiver início por lá. “Muitos produtores não colocaram o estoque a venda e essa menor oferta manteve os preços em um patamar mais alto até aqui. Mas com a previsão de uma super oferta os preços vão cair de qualquer jeito, podendo ficar abaixo dos R$ 68 nos portos que pagam melhor”.

CONTRAPONTO

Contudo, há quem diga que órgãos norte-americanos estejam superestimando seus dados. É o caso do analista da AgResource Brasil, Matheus Pereira. “Não concordamos com a produção estimada. Acreditamos que deverá ficar em torno dos 113,5 milhões de toneladas. Com a produção final norte-americana menor, os preços devem se ajustar para um patamar de equilíbrio acima dos US$ 10 (Chicago)”

SAFRA BRASILEIRA

De acordo com as estimativas da Agroconsult, a safra 2017/2018 de soja no Brasil deve atingir 111,1 milhões de toneladas, representando um recuo de 4% frente a safra anterior. A área plantada deve crescer 3%, beirando os 35 milhões de hectares.

Siga acompanhando as novidades do mercado e dicas para sua frota no blog da Evolua 32, a primeira empresa do Mato Grosso certificada pela INMETRO para a produção e suporte quando o assunto é Arla 32.

Por Gustavo Castello Branco - Assessoria de Imprensa Evolua 32

Destaque
Notícias Recentes