Fique atento à manutenção do filtro de Arla 32 e evite prejuízos


A manutenção do caminhão é fundamental não apenas para a maior durabilidade dos componentes, mas também para o perfeito funcionamento do veículo. Com o filtro de Arla 32 - obrigatório em caminhões Euro 5, fabricados a partir de 2012 -, não é diferente. A falta de manutenção, ou mesmo desabilitar o equipamento, certamente implicará em danos ao veículo no médio e longo prazos, começando pelo catalisador (que custa aproximadamente R$ 20 mil).

Tendo isso em mente, vamos indicar hoje pontos importantes para garantir a conformidade do seu caminhão com a legislação, além de preservar o veículo de possíveis impactos negativos pela não execução dos procedimentos corretos.

PREPARANDO A MANUTENÇÃO

O filtro de Arla 32 tem uma vida útil média de 100 mil quilômetros, mas é importante dar uma atenção especial a ele já a partir dos 80 mil quilômetros.

Via de regra, a indicação é que esse tipo de manutenção seja feita em uma oficina especializada. Para ter início é necessário drenar todo Arla 32 do sistema, sendo seguida por uma limpeza de ar comprimido da parte externa da unidade de bombeamento, com a posterior remoção do filtro.

VERIFICANDO E (RE) INSTALANDO

Feita a retirada, o mecânico agora vai observar se há algum foco de contaminação no filtro por água ou óleo, além de verificar se a mistura está adequada aos padrões. Nessa etapa são utilizados medidores como refratômetro e papel filtro para checagem.

Antes de reinstalar o filtro - ou mesmo colocar um novo -, é preciso garantir que esteja tudo limpo e sem óleo. Lavar bem a tampa com água e lubrificá-las com glicerina líquida é o procedimento correto. Com todos os passos seguidos, basta recolocar o filtro e a manutenção está feita!

Recomenda-se também uma boa limpeza do tanque de Arla, para eliminar qualquer resíduo e garantir o bom funcionamento do sistema.

PENALIDADES

A falta de manutenção do filtro e da unidade de Arla, ou seu desativamento, acarretam em penalidades pesadas para caminhoneiros e empresas. Além de serem enquadrados pela Lei de Crime Ambiental - que prevê de um a cinco anos de reclusão -, são aplicadas multas pesadas. A fiscalização neste ponto está cada vez mais pesada pelas rodovias do Brasil.

Não corra riscos. Faça a manutenção regularmente, evite prejuízos e garanta o pleno funcionamento do seu caminhão por muito mais tempo. Gostou do conteúdo? Leia também nosso post 6 formas de tornar sua frota mais eficiente. Até a próxima e boa viagem!

Por Gustavo Castello Branco - Assessoria de Imprensa Evolua 32

Destaque
Notícias Recentes