Diretor da Afeevas debate sobre Arla 32 em fórum e faz alertas


“Precisamos evitar a perda dos benefícios da fase P7 do PROCONVE para não regredirmos a uma situação de 20 anos atrás quanto ao controle e redução das emissões de NOx”. A análise é do diretor-adjunto da Anfeevas (Associação dos Fabricantes de Equipamentos de Controle de Emissões de Poluentes da América do Sul), Elcio Luiz Farah.

Foto Linkedin - Elcio Luiz Farah.

Ele foi um dos palestrantes do 13º Fórum SAE BRASIL de Tecnologia de Motores Diesel, que ocorreu em Curitiba (PR) nos últimos dias 23 e 24 de agosto. A proposta do evento foi a discussão sobre a experiência do uso dos motores Diesel a partir das perspectivas dos formuladores de tecnologias e legislação de emissões, e também dos próprios usuários.

PROCONVE P8

Para Farah, é preciso garantir a plenitude da fase P7 para “termos uma condição no campo que viabilize a implantação da próxima fase PROCONVE P8/ EURO 6”. Toda a palestra se concentrou em debater o uso do Arla 32 no contexto brasileiro, incluindo os impactos negativos que decorrem de se burlar o sistema e as ações conjuntas para combater essa situação.

SITUAÇÃO ATUAL

De acordo com dados da própria Afeevas, o consumo de Arla 32 no Brasil está, atualmente, mais de 30% abaixo do que deveria ser na comparação com toda frota circulante de caminhões equipada com tecnologia SCR (Redução Catalisadora Seletiva, em português).

EVOLUA 32

A Evolua 32 faz sua parte oferecendo Arla 32 certificado para Cuiabá, estendendo sua área de fornecimento para toda a região Centro-Oeste do Brasil. A empresa foi a primeira do Mato Grosso a ser certificada pelo INMETRO para o suporte e fornecimento de Arla 32.

Quer garantir o melhor custo-benefício para seu caminhão ou frota? Fale com nosso atendimento especializado pelos telefones (65) 2127-8532 / (65) 9971-0754 / (65) 9929-1216, ou envie um e-mail para contato@evolua32.com.br.

Por Gustavo Castello Branco - Assessoria de Imprensa Evolua 32

Destaque
Notícias Recentes