Dia do Caminhoneiro: três datas para lembrar os desafios e virtudes da categoria

Ser caminhoneiro não é uma escolha fácil em lugar nenhum do mundo e aqui no Brasil não é diferente. A rotina de distância da família, estradas precárias, longas viagens, altos custos e muito trabalho pesado são realidades, e seguir em frente uma necessidade.

Mas a possibilidade de explorar novos lugares, visitar aqueles que se gosta e seguir descobrindo o Brasil a partir de uma perspectiva única também tem seu apelo para os quase 700 mil transportadores rodoviários de carga que unem o país de ponta a ponta.

E por esses motivos todos - e muitos outros - essa categoria de batalhadores merece os parabéns em três dias diferentes ao longo do ano, sendo uma delas nesse 30 de junho. É isso mesmo, curiosamente a homenagem a esses profissionais ocorre em três datas - 30/06, 25/07 e 16/09 - tendo uma explicação para cada uma delas.

30 DE JUNHO

Esta se trata de uma data mais regional, definida pelo então governador do estado de São Paulo, Franco Montoro, como o Dia do Caminhoneiro. Ela é aceita e celebrada em grande parte do país, mas surgiu a partir de uma iniciativa paulista.

25 DE JULHO

A data mais tradicional é 25 de julho - mas não a oficial. Nesse dia é celebrado São Cristóvão, considerado o padroeiro dos caminhoneiros. Nele os profissionais reforçam suas preces e fazem suas orações pedindo e agradecendo o santo.

16 DE SETEMBRO

Em 2009 o então presidente interino José Alencar - durante uma viagem de Lula - definiu 16 de setembro como o Dia Nacional do Caminhoneiro, criando uma terceira data e mais um dia em homenagem aos profissionais da categoria.

A Evolua 32 - primeira fornecedora certificada de Arla 32 no Mato Grosso - acredita serem justas as tantas homenagens e parabeniza os caminhoneiros pela importante tarefa que desempenham para a economia nacional, e pela garra com que encaram os desafios diários da profissão. Parabéns hoje e nos outros 364 dias do ano pela seriedade com que assumem a missão de unir o país e transportar suas riquezas.

Por Gustavo Castello Branco - Assessoria de Imprensa -Evolua 32

Destaque
Notícias Recentes